População de cidade nordestina fica chocada com caso de vampirismo em brutal assassinato

vampirismo

Um suposto crime de latrocínio horrorizou a população de Caicó, cidade encravada no sertão do Rio Grande do Norte. No final da tarde do último domingo (07), um homem identificado por Túlio Saldanha Rocha, de 30 anos, matou a pauladas outro homem de nome Francisco da Silva Júnior, popularmente conhecido como “Cadaca”. A brutalidade do assassinato já provocaria forte reação nos populares do bairro Recreio, local onde aconteceu o crime. Mas o que foi visto em seguida, quando a vítima já estava morta na rua, perturbou as pessoas que presenciaram a terrível cena. Após ter matado “Cadaca” a pauladas, com a vítima já inerte ao chão, Túlio avançou sobre seu corpo e passou a desferir mordidas no cadáver. E o mais estranho é que o sangue que brotava era bebido pelo cruel assassino, num ato que pode ser considerado como vampirismo. Os moradores da rua já haviam acionado a Polícia Militar, que ao chegar ao local já era tarde demais. Os PMs ainda presenciaram o homem em cima da vítima, mordendo e chupando sangue do cadáver. Ele foi imobilizado e colocado todo ensanguentado na viatura. O sangue da vítima ainda escoria pela sua boca.
Segundo as primeiras informações da Polícia, o assassino sofreria de distúrbios mentais e ele teria matado Francisco para roubar. O caso está sendo tratado como latrocínio, mas a opinião pública local estranha o fato de o suposto roubo.
O vampirismo
O vampirismo clínico, também conhecido popularmente como Síndrome de Renfield, é um distúrbio psicológico relacionado a uma obsessão por sangue. Este é um distúrbio grave, mas raro, sobre o qual existem poucos estudos científicos. Os portadores desta síndrome podem manifestar sintomas diferentes que incluem uma necessidade incontrolável de ingerir sangue, vontade de se ferir e se cortar para sugar seu próprio sangue, sempre acompanhado de uma grande satisfação ou de prazer durante ou logo depois da ingestão do sangue. Alguns dos principais sintomas e necessidades que podem indicar a presença deste distúrbio incluem:
• Necessidade ou obsessão incontrolável para beber sangue;
• Vontade de infringir cortes ou feridas em si mesmo para sugar o sangue, também conhecido como auto-vampirismo;
• Vontade de beber o sangue de outras pessoas, vivas ou mortas;
• Sensação de satisfação ou de prazer depois ou durante a ingestão de sangue;
• Gosto por romances e literatura sobre bruxaria, vampirismo ou terror em geral;
• Obsessão para matar pequenos animais como pássaros, peixes, gatos e esquilos;
• Preferência para permanecer acordado durante a noite.
• Nem todos os sintomas necessitam de estar presentes e muitas vezes o vampirismo clínico vem também associado a outros comportamentos perturbadores, que podem incluir psicose, alucinações, delírios, canibalismo, violação e homicídio. Com informações: Sociedade Oculta.


Comentários

Deixar uma Resposta