Prefeitura e Secretaria de Saúde iniciam Rastreamento de Câncer de Mama

A Prefeitura de Livramento, através de sua secretaria Municipal de Saúde deu início na data desta segunda-feira (13) o Rastreamento de Câncer de Mama com o objetivo de promover 150 atendimentos diários até 31 de agosto. Os agendamentos são realizados pelos agentes comunitários (ACS), sendo que em locais que não têm agentes comunitários as mulheres devem procurar o posto de saúde mais próximo. Os exames estão sendo realizados no Hospital Municipal Dr. Ulysses Celestino da Silva. O Programa de Rastreamento de Câncer de Mama é uma parceria do Governo do Estado e Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Saúde.

As recomendações do Ministério da Saúde para o rastreamento do câncer de mama são: ECM anual para as mulheres a partir dos 40 anos e MMG bienal para as mulheres entre 50-69 anos. Existe também a recomendação de rastreamento com ECM e MMG anual para as mulheres de risco elevado a partir dos 35 anos de idade. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o câncer de mama é o mais incidente em mulheres (excluindo os casos de pele não melanoma), sendo responsável por 25% do total de casos de câncer no mundo em 2012. A OMS estima que no mundo ocorram cerca de 1.050.000 casos de câncer de mama por ano. Ele representa a causa mais frequente de morte por câncer em mulheres. Diversos fatores estão relacionados ao aumento do risco de desenvolver a doença, tais como: idade, fatores endócrinos/história reprodutiva, fatores comportamentais/ambientais e fatores genéticos/hereditários. A mamografia é o método preconizado para o rastreamento, sendo o mais eficaz para detecção precoce de câncer de mama e a única modalidade de triagem que provou reduzir a mortalidade por esta doença. O impacto do rastreamento mamográfico na redução da mortalidade por câncer de mama pode chegar a 25-30%. A alta mortalidade associada ao câncer de mama se deve, na maioria dos casos, à sua detecção tardia.

Para ajudar no combate a este tipo de câncer, em Livramento, o atual governo municipal lançou neste mês de agotso o Programa de Rastreamento do Câncer de Mama. O novo serviço ajuda a identificar precocemente a doença, possibilitando um tratamento mais eficiente (quando necessário). A chance de cura ultrapassa os 90% quando o diagnóstico é feito no estágio inicial da lesão, ou seja, antes do aparecimento de um nódulo.

O rastreamento é indicado para mulheres na faixa etária em que o balanço entre benefícios e riscos da prática é mais favorável, com maior impacto na redução da mortalidade, incluindo:

– mulheres assintomáticas com risco populacional e idade maior ou igual a 40 anos;

– mulheres assintomáticas com alto risco e idade maior ou igual a 25/30 anos.

Como é feito o rastreamento?

A mamografia anual é o principal exame de rastreamento para o diagnóstico precoce. O procedimento é rápido, não necessita de preparo e pode ser solicitado pelo seu médico. Já as mulheres classificadas como alto risco se beneficiam da ressonância magnética das mamas anual adjunta à MMG. Esta última, necessita de contraste endovenoso e caso a paciente tenha contraindicação ao método, a mesma pode realizar a Fonteultrassonografia adjunta a mamografia. Caso uma alteração seja identificada em qualquer um destes exames, pode ser necessária uma avaliação multiprofissional para definir a melhor forma de prosseguir a investigação diagnóstica.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja Mais Notícias
Boa noite. Pena que o agressor ja estar solto. Ameaçando os familiares.
Bom dia querido povo dessa cidade linda onde eu nasci meus sentimentos á todos os familiares descanse em paz meu velho amigo que deus conforte o coração de todos sou…
Meus sentimentos a todos familiares e amigos, ela foi minha professora 😢
Isso tudo por falta da sinalização dos quebra molas ,que ainda não foram sinalizados A noite fica impossível enxergar eles.(quebra molas)